Os condomínios ou as casas

Como decidir o tipo de imóvel para ficar por um ano? Casa, apartamento? O espaço é caro, mas gostamos de receber pessoas. E há muitas promessas de visitas daqui do Brasil. Sem falar nos que vamos conhecer por lá. O “sonho americano”,a  experiência completa requer uma casa. Tudo bem, pode não ser grande, mas uma casa. Nós que há tempos moramos em apartamentos, temos (pelo menos eu tenho) vontade de morar em casa , em local com segurança. O sonho americano inclui até o espaço para a churrasqueira a gás no quintal para fritarmos hambúrgueres às vistas dos vizinhos “John e Mary”…

Mas há condomínios muito legais, administrados por empresas, que já são entregues a quem aluga semi-mobiliados ou mesmo mobiliados. O que escolher? Temo  que façam com que nos sintamos em um hotel – o que é exatamente o que não desejo. É mais cômodo, os serviços de manutenção (que sabemos serem caros lá)  estão incluídos. Caso se quebre algo em casa, Señor Hernández vem consertar (desculpem o suposto preconceito, mas em geral são imigrantes que fazem esse serviço). É mais fácil para quem fica em casa, tem mais espaço de convivência par aas crianças. Mas imagino que seja “hotel-like”. E não tem tanta privacidade como uma casa.

Mas, tudo tem os prós e os contras, claro. A decisão será lá mesmo. Na hora. Em um momento pendemos para um lado, outro para o outro.

 

“Não sei o que que eu quero da vida
Não sei o que que eu quero de mim
Não sei o que que eu quero de tudo
Só sei que tudo vai ter um fim. Vai sim”

Não sei o que quero da Vida – Cássia Eller

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *